Outras Notícias

QUADRO COMUNITÁRIO DE APOIO 2014-2020

No novo quadro comunitário existirão 4 Programas Operacionais, mais um do que com o QREN:

- Competitividade e internacionalização;

- Inclusão social e emprego;

- Capital humano;

- Sustentabilidade e eficiência no uso dos recursos.

Para a Competitividade e Internacionalização terá como prioridades: o incentivo ao investimento empresarial em inovação, criatividade, internacionalização e formação; o reforço das capacidades de investigação e inovação; o desenvolvimento das ligações e sinergias entre empresas, centros de I&D e o ensino superior; a melhoria da conetividade internacional da economia portuguesa e a modernização da administração pública, visando a redução dos custos de contexto.

No período de 2014-2020 reforçar-se-á a focalização no apoio a atividades produtoras de bens e serviços transacionáveis, bem como no apoio a projetos empresariais que visam o investimento em inovação, criatividade, internacionalização e formação de competências fundamentais para o reforço da competitividade das empresas em particular das PME.

 

 

ESTRATÉGIA 2020 OESTE PORTUGAL

Decorrente do trabalho desenvolvido e considerando o obrigatório alinhamento com as prioridades da Agenda Europa 2020, é proposta a seguinte Visão 2020 para o Oeste Portugal:

Em 2020, o Oeste deve afirmar-se como uma região global que potencia de forma criativa, sustentável e inovadora os seus recursos naturais e humanos garantindo a qualidade de vida da população e o aumento da cadeia de valor das dinâmicas empresariais regionais.

 

Tendo em consideração as iniciativas emblemáticas da Estratégia Europa 2020 e a sua necessária adaptação ao contexto da Região Oeste Portugal, definiram-se prioridades transversais e áreas de especialização prioritárias (tabela seguinte) que, em conjunto, concorrem para o alcance da Estratégia.

 

ÁREAS DE ESPECIALIZAÇÃO TRANSVERSAIS

Sociedade Digital - Melhorar a eficácia e eficiência dos sistemas urbanos, empresas e serviços através da aposta nas novas tecnologias.

I+D+i (Investigação, Desenvolvimento e Inovação) - Apostar na Investigação, Desenvolvimento e Inovação, através do reforço das capacidades regionais e empresariais no sentido de estimular uma economia de conhecimento e criatividade capaz de gerar valor acrescentado.

Internacionalização - Promover a internacionalização das empresas e setores do Oeste assumir-se como um destino atrativo para instalação de empresas estrangeiras.

Empreendedorismo - Desenvolver um ecossistema de suporte ao surgimento e desenvolvimento de projetos empresariais autossuficientes e de valor acrescentado para a Região

Educação, Formação e Retenção de Talento - Valorizar o talento regional através de práticas criativas e inteligentes que permitam a melhoria das capacidades/talento individual.

Regeneração Urbana e Mobilidade - Garantir a gestão sustentável e inclusiva dos espaços urbanos e a adaptabilidade e eficiência dos sistemas de mobilidade

Sustentabilidade e Eficiência - Promover uma economia regional verde, pela gestão integrada dos recursos naturais e valorização sustentável de oportunidades emergentes

Mercado de Trabalho e Emprego - Apostar num mercado de trabalho flexível e qualificado capaz de responder de forma empreendedora aos desafios da Região Oeste

Inclusão Social - Garantir a articulação das políticas sectoriais de inclusão e o reforço das parcerias locais garantido uma intervenção social precoce, multidimensional e territorializada

 

ÁREAS ESPECIALIZAÇÃO PRIORITÁRIAS

Economia do mar - Apostar na eficiência e transversalidade dos recursos marinhos, garantido uma interface operacional entre entidades de educação e investigação, administração pública, setor privado e cidadãos

Agroalimentar - Explorar novas oportunidades ao longo da cadeia de valor do agroalimentar, reforçando sinergias intra ou inter-cluster, e potenciando a internacionalização e a IDI no setor

Turismo - Criar um destino turístico de proximidade que se distingue pela diversidade concentrada e pela complementaridade e inovação das experiências oferecidas

 

As premissas +I (inteligente) e +C (criatividade) estão implícitas a toda a definição estratégica, tendo por base a necessidade da Região se preparar para os desafios de uma sociedade de conhecimento competitiva onde a diferenciação e a eficiência é decisiva.

 

2020—Oeste Portugal, uma Região de Recursos Inteligentes

 

 

(+) Para mais informações e documentos específicos: oestecim.spi.pt

 

 

 

 

Publicado em 02/01/14


um projecto da Câmara Municipal de Torres Vedras
desenvolvido por Slingshot